DANÇA/TEATRO

Workshop com Tania Garrido (Espanha)

Teatro das Figuras – Pequeno auditório

INSCRIÇÕES | INSCRIPTIONS

DATAS

22 e 23 de Novembro

HORÁRIOS

18h-21h

LOCAL

Teatro das Figuras – Pequeno auditório

PREÇO

20€

INSCRIÇÕES

festivalmomi@gmail.com

DANÇA/TEATRO

“Mover ou ser movido: a outra lógica do corpo”, ferramentas para improvisação dançada.
Os músculos são os ouvidos que ouvem as palavras da gravidade. Os ossos são as direcções que criam o mapa. O corpo tem a sua lógica, a sua própria lógica, a outra lógica….

MOVER

Neste workshop pretende-se propor, por um lado, uma imersão no nosso próprio corpo, na sua anatomia e nas suas sensações, para descobrir o seu potencial e a sua idiossincrasia, a sua lógica. Através do nosso movimento consciente trabalharemos em direcção a um corpo em estado de alerta, um corpo que escuta, um corpo que sabe esperar e que é capaz de articular frases com decisão e poder. Um corpo disposto a aventurar-se no desconhecido e onde a sua pesquisa pelo movimento é constantemente alimentada e renovada, ampliando a sua capacidade de responder a estímulos de improvisação ou descoberta do movimento.

SER MOVIDO

Por outro lado, praticaremos a arte de retirar-se; a arte de ouvir e não fazer; a arte de deixar o movimento ser, por si mesmo. Por meio de manipulações corporais, em dupla ou em grupo, praticaremos a entrega absoluta da nossa vontade; vamos deixar os nossos parceiros segurarem e moverem o nosso corpo de maneiras diferentes. Ao fazer isso, podemos reconhecer e, portanto, desbloquear padrões de movimento para que novas possibilidades possam tornar-se acessíveis. Tentaremos habitar o corpo como uma paisagem em constante transformação e a partir daí dançaremos.

Tania Garrido - Biografia

Artista radicada em Madrid. É formada em teatro físico pela Real Escuela de Arte Dramática (RESAD) de Madrid. Pratica improvisação de contacto e dança Butoh em Madrid desde 2000. A procura da sua própria linguagem física faz com que viaje pelo mundo participando em inúmeras oficinas de dança, aprendendo diferentes técnicas num percurso livre e ecléctico. De 2003 a 2011 co-dirige sua própria companhia, Cranämour ButohDanceTheater, cujo trabalho se baseia principalmente na dança Butoh, recebendo o primeiro prémio no Injuve2008 pela sua peça Pájaros e também o primeiro prémio no festival de dança Unidanza em 2011, em Madrid. De 2007 a 2009, estuda teatro e dança na SITI Company e na Movement Research, na cidade de Nova York.Tem trabalhado profissionalmente em diversas companhias como Karlik Danza, El teatro del Silencio, Jesús Rubio e na companhia de dança de Sharon Fridman, onde esteve três anos.Actualmente trabalha como freelance colaborando com diferentes artistas como Lucía Marote, integrando a sua última peça, e Eva Alonso, com quem ganhou o primeiro prémio no Concurso Coreográfico de Santiago de Compostela 2020 com a peça co-dirigida com Convergencias.

DATES

November 22th and 23th

SCHEDULE

18h-21h

LOCATION

 Teatro das Figuras – Pequeno auditório

PRICE

20€

INSCRIPTIONS

festivalmomi@gmail.com

DANCE/THEATRE

“To move or to be moved: the body’s other logic”, Tools for danced improvisation Muscles are the ears that hear the words of gravity. The bones are the directions that create the map. The body has its logic, its own logic, the other logic….

TO MOVE

In this workshop I want to propose, on the one hand, an immersion in our own body, its anatomy and sensations, to discover its potential and its own idiosyncrasy, its own logic. Through our conscious move we will work towards a body in a state of alert, a body that listens, a body that knows how to wait and that is capable of articulating sentences with decision and power. A body willing to venture into the unknown and where its search for movement is constantly fed and renewed, expanding its ability to respond to stimuli when improvising or discovering movement.

TO BE MOVED

On the other hand we will practice the art of withdrawing oneself; the art of listening and not doing; the art of letting the movement be, by itself. Through body manipulations, both duo and group, we will practice the absolute surrender of our will; we will let our partners to hold and to move our body in different ways. By doing this we can acknowledge and, therefore, unlock movement patterns so that new possibilities can become accessible. We will try to inhabit the body as a landscape in constant transformation and we will dance from there. The workshop is open to anyone who has the desire to move and to rediscover their own body. No previous experience is needed.

Tania Garrido - Biography

Artist based in Madrid. She has a degree in physical theatre from the Royal School of Dramatic Art (RESAD) in Madrid. She practices contact improvisation and Butoh dance in Madrid since 2000. The search for her own physical language makes her travel the world participating in numerous dance workshops, learning different dance techniques in a free and eclectic path. From 2003 to 2011 she co-directs her own company, Cranämour ButohDanceTheater, whose work is mainly based on Butoh dance, receiving first prize at Injuve2008 for her piece Pájaros and also first prize at the dance festival Unidanza in 2011 in Madrid. From 2007 to 2009, she was granted to conduct theatre and dance studies at SITI Company and Movement Research in New York City.
She has worked professionally in various companies such as us Karlik Danza, El teatro del Silencio, Jesús Rubio and in Sharon Fridman's dance company, where she was for three years.
Currently she works as a freelance collaborating with different artists such as Lucía Marote, integrating her last piece, and Eva Alonso, with whom she won the first prize in the Choreographic Competition of Santiago de Compostela 2020 with the piece codirected Convergencias.